Cosmossomos: Multiverso - núcleo de pesquisas da marca

Fotomix: Serbrand.

 

Vivemos no mundo das marcas. Mas espera aí, o que significa marca?

 

 

 

 

 

Qual a essência da marca? O que ela significa? O que ela é? Nas teorias atuais dizem que é um símbolo, uma ideia que está na mente do consumidor. Isso faz sentido? O que é um símbolo? Qual o real valor da marca, considerando seu significado, importância e influência no contemporâneo? Como suas ideias se conectam com o negócio e a empresa?

 

Para responder estas questões, em 2009 iniciou-se uma incursão téorica e empírica que culminou na formação do Multiverso.

 

 

 

Cosmossomos: Multiverso - núcleo de pesquisas da marca

Foto: Dubzaine/Dubdem.

O que significa marca?

 

Essa é a questão que originou as pesquisas Multiverso em 2009 e até hoje move os estudos.

Parece simples. Temos a sensação de que sabemos exatamente o que significam. Vivemos no que teóricos descrevem como o "mundo das marcas" e estamos bastante habituados com elas. Mas será que sabemos de fato o que são?

 

 

 

 

Na atualidade, se observarmos bem, dependemos das marcas para sobreviver e viver. Quase tudo que precisamos, sonhamos ou desejamos precisa de mediação destas entidades com nomes próprios.

 

Sem dúvida as marcas tomaram-se o centro da dinâmica do mercado, como teóricos do branding, entre eles David Aacker e Al Ries, afirmavam há duas décadas atrás. São o ativo de maior valor de um négocio e o objeto de teorização do mercado.

 

Temos a sensação de conhecê-las muito bem, mas se perguntarmos o que de fato significam, provavelmente notaremos uma tendência para a subejtivação e particularização, ao gosto individual. 

 

Considerando o impacto das ações das marcas no contexto sociocultural, enconômico e ambiental, surge uma questão não só fundamental, mas também necessária. O que significa o termo "marca", em seu caráter geral? Não alguma específica, mas o sentido técnico-teórico válido para todos os casos. E o que afeta não saber ao certo o que é?

 

Multiverso considera isso um problema. É preciso conhecer com mais profundidade estas entidades que prometem resolver os problemas de cada consumidor, e, inserida na conjuntura, contribuir também com a sociedade.

 

 

 

 

Conhecendo a marca pela experiência.

 

 

Multiverso é um gerador de dúvidas e hipósteses em um movimento contínuo de compreensão da realidade das marcas e o mercado.

 

 

 

Busca integrar a marca em seu contexto e conectar todas as suas partes constituintes: suas ideias, seus meios e modos de realizar sua potência transformadora, considerando seu impacto sociocultural, econômico e ambiental. 

 

Depois de uma década de pesquisas e estudos, ainda não há uma conclusão. Estamos no processo de experiências e descoberta de possibilidades para outra compreensão sobre o fenômeno e potência das marcas na atualidade.

 

O objetivo é evoluir como uma rede de geração e troca de conhecimento sobre a marca e o mercado com o intento de responder a questão sobre seu significado técnico-teórico.

 

 

 

 

 

Fenomenologia, Semiótica e Pragmaticismo da marca.

 

 

 

 

 

 

Hoje, os estudos Multiverso estão concentrados na análise fenomenológica-semiótica-pragmática das teorias do branding, que desde os anos oitenta vem instiutindo as leis, métodos e práticas para desenvolvimento, gestão de marcas e negócios.

 

A partir de contradições observadas na atuação das marcas e seus processos durante a última década, surgiu a necessidade de investigar as leis que regem todo esse movimento e causam efeitos críticos.

 

Com orientação do método científico do pragmatismo e teoria semiótica do filósofo norte-americano Charles Sanders Peirce (1839-1914), Multiverso vem reconstituindo o entendimento sobre o ecossitema da marca, desde a origem de seu significado, ou seja, do propósito que a faz existir.

 

+>

Conheça mais sobre C. S. Peirce, criador do Pragmasticismo e Semiótica.

 

 

 

Temas de pesquisa.

 

 

A semiosfera da marca:

 

• O significado teórico-científico;

• Teorias das ciências aplicadas Branding, Marketing, Publicidade e Design;

• Teorias do mercado;

• Teorias econômicas;

• Teorias da comunicação;

• Fenômenos da marca e mercado (atuações, atitudes, casos);

• Processos e fluxos da marca e mercado;

• Conceitos, métodos e práticas de gestão de empresas.

• Conceitos, métodos e práticas de significação e comunicação de marca.

• O impacto sociocultural, econômico e ambiental da ação das marcas.

 

 

 

Fundamentação científica.

Multiverso integra e expande os estudos da marca atualmente em diferentes áreas de conhecimento, combinadas pela semiótica e pragmatismo.

 

 

 

Eixo fundamental: 

Fenomenologia, Estética, Ética, Semiótica (Lógica), Metafísica e Pragmatismo; o sistema filosófico de Charles Sanders Peirce.

 

 

Ciências humanas (associativas/suportes):

Filosofia, Comunicação, Sociologia, Estudos Culturais, Psicologia Social e Economia.

 

 

Ciências técnicas (objetos das análises):

Branding, Marketing, Administração Empresarial, RSC (Responsabilidade Social Corporativa), Comunicação Aplicada, Design, Publicidade.

 

 

 

2019_CSMSSMS_SITE_HOME_BARRA_AZUL.jpg

Texturas

Artigos e ensaios com o registro dos estudos Multiverso.

 

 

C. S. Peirce

Conheça mais sobre o filosósofo Charles Sanders Peirce.

 

 

Hipóteses

MSO, Marca Signo-Orgânica é uma hipótese Multiverso. Saiba mais. 

2019_CSMSSMS_SITE_HOME_BARRA_AZUL.jpg

 

Participe deste Multiverso.

Quer contribuir com a evolução de uma experiência teórica das marcas?

 

 

 

Entre em contato em saiba como podemos pensar juntos em outras realidades possíveis.

 

multiverso@cosmossomos.com.br